Related Posts with Thumbnails

Máquinas e ferramentas

0 com

Como remover sujeira do rejunte?

Seu rejunte está sujo, embolorado e não sabe o que fazer para deixa-lo limpinho?
A Pisoclean resolve seu problema.

Propriedades:
Rejunte Renew é um incrível limpador de rejuntes cimentados.
Sua fórmula com ingrediente ativo biodegradável remove toda sujeira, fungo ou bolor  sem danos aos revestimentos.
Levemente perfumado, é fácil de usar e está pronto para o uso.
Pode ser usado em rejuntes em cerâmicas, porcelanatos, granitos, pedras diversas, pastilhas de vidro e muitos outros revestimentos.
Atenção: Não utilize Rejunte Renew LP em  mármores ou limestones polidos.
Para a limpeza de rejuntes nestes revestimentos escolha Refine LP.


Modo de usar:

Mais fácil impossível.

Pulverize o produto diretamente sobre os rejuntes, deixe agir entre 3 a 5 minutos, esfregue (com esponjas ou escovas não abrasivas) e enxágue.

Repita o processo se necessário.

Atenção: Nunca utilize acessórios abrasivos sobre superfícies brilhantes.

Rendimento: 500ml rendem até 25m²*

*Dependendo da quantidade de rejuntes.

Para comprar este e outros produtos da Pisoclean acesse:
www.produtosqueresolvem.com.br


Gostou dessa matéria?
Cadastre seu e-mail para receber nossas matérias.
Coloque seu e-mail aqui:Delivered by FeedBurne 
Deixe seu comentário,ou acesse nossas redes sociais.
Não deixe que seguir O Azulejista nas redes sociais:








0 com

Cozinha com pastilhas.Como decorar cozinha com pastilhas?


Pastilhas são revestimentos muito usados na cozinha por vários motivos.
As pastilhas em especial a de  vidro são uma forma fácil, divertida e bastante colorida de decorar a cozinha.
As pastilhas são um material muito resistente e fácil de limpar, ideal para colocar em espaços úmidos como cozinhas e banheiros.
A ressalva é quanto ao rejunte.
Diferente do rejunte do revestimento ou porcelanato retificado que em geral vão de 1,0-1,5 mm,o espaço entre as pastilhas é igual ou superior a 2,0 mm.
Para evitar problemas como limo,mofo e gordura recomendamos rejuntar as pastilhas com rejuntes resistentes como o acrílico e o epoxi.
As pastilhas estão disponíveis em diferentes materiais.
Vidro, inox, resina, bambu e mármore,madreperolada,cerâmica,porcelanato,casca de coco etc.
Para cozinhas pequenas opte por revestimentos cerâmicos de tonalidades neutras mais como branco, preto ou creme e coloque uma pequenas faixa mais colorida em tons mais chamativos como o vermelho, o laranja, o azul, o verde e o amarelo.
pastilha amarela na cozinha
O assentamento é simples, deve ser feito em paredes ou pisos (como piscinas) de superfície limpa e nivelada, de preferência sem outro revestimento por trás (quebrar o antigo antes).
O formato das placas já facilita, e o rejunte deve ser feito com argamassa específica para pastilhas de vidro, disponível em várias cores.
Preferencialmente, utilizá-las de forma que se destaquem em locais pontuais do ambiente, como painéis na cozinha, wc, ou copa, pois o uso em grandes extensões pode cansar, por isso é preciso cuidado para que pastilhas coloridas estejam junto a mobiliário mais neutro, já as de cor única combinam bem com móveis de mesmo tom, ou parecido. 
Não é comum revestir toda a cozinha com pastilha.
Na arquitetura e decoração a pastilha é vista na cozinha como um complemento.
Assim de forma geral revesti-se a cozinha com revestimento neutro (branco) e utiliza-se a pastilha como painel ou faixa.
Azulejistas na sua cidade
Um lugar comum para a utilização de pastilha na cozinha é como painel na parede que terá a coifa, no espaço entre a pia e o armário suspenso na parede e no balcão da cozinha americana ou ilha. 
 
Agora chegou um sistema muito facil para colocação e nivelamento de pastilha:
O nivelador de pastilha é um suporte para a aplicação de pastilhas que facilita e deixa o trabalho mais profissional.

Acesse nosso canal no Youtube e se inscreva
Para saber como funciona veja a materia explicativa:


Gostou dessa matéria?
Cadastre seu e-mail para receber nossa matérias.
Deixe seu comentário,ou acesse nossas redes sociais.
Não deixe que seguir O Azulejista nas redes sociais:


0 com

Duchas e torneiras em LED.As cores chegaram em nosso banho!

Bem-vindo ao mundo das cores!

Nova tendência na arquitetura o LED transforma o banho em uma experiencia prazerosa!
O LED  acende com a passagem da água!
Suas cores mudam de acordo com a temperatura da água!
Duchas com LED


Diferente do que possa parecer o sistema LED não possui resistência elétrica

Ao abrir a água, o LED acende instantaneamente.
A. Temperatura da água menor que 30°C - cor verde 
B. Temperatura da água entre 31°C e 40°C - cor azul

C. Temperatura da água entre 41°C e 50°C - cor vermelho



Torneiras com LED



Então como ela acende?
O sistema de LED funciona com pilhas.
São necessário 4 pilhas AA para o acionamento do LED.

As torneiras com LED possuem um design moderno, adquirido através da combinação de seu material cromado com o vidro temperado. 

O jato de água em forma de cascata, junto ao efeito da luz, reforça a beleza do produto.
A cor do LED varia conforme a temperatura da água, que será alterada devido a presença do misturador. Para alimentar os LEDs é  necessário a utilização de 4 pilhas AA e uma  pressão de 1,5 bar. 
Sua manutenção é quase nula devido à  vida útil longa dos LEDs.



Realmente as cores tem uma intima relação a sensações humanas.
Ao ligar uma torneira e ver a água azulada a ligação com o mar paradisíaco do Caribe é inevitável.

Em um dia frio ligar a ducha para aquele relutante banho e ver a água avermelhada,não dá uma sensação de relaxamento?

Com certeza o LED veio para ficar.






0 com

Como assentar pedra canjiquinha (São Tomé) no chão e na parede?


Na hora de colocar a pedra canjiquinha ou São Tomé no piso ou parede da sua casa é recomendado a contratação de um profissional, pois é preciso tomar alguns cuidados, já que as pedras transmitem carga para o solo e se não forem bem colocadas farão com que o pavimento se rompa, o que pode causar rachaduras pouco visíveis a olho humano.
Azulejistas na sua cidade
Mas para assenta-las é preciso primeiro agrupar as pedras que melhor se encaixem entre si, pois como são produtos naturais, cada pedra tem um formato diferente.

Lembrando-se da necessidade em deixar a superfície na qual serão aplicadas as pedras prumadas, niveladas e desempenadas.
Não se esqueça de medir o local.

Se as pedras forem colocadas em paredes lisas ou com pouca absorção deve-se usar um chapisco (revestimento rústico empregado nos parâmetros lisos de alvenaria para facilitar o revestimento posterior).
A aplicação das pedras pode ser feita com cimento ou argamassa.
churrasqueira com pedra canjiquinha.
Algumas dicas importantes para este processo são:
Ponha as pedras com pequenos espaços entre elas, esses espaços serão posteriormente preenchidos com a argamassa, rejunto (proporção de 2/1 dividido em duas porções de área fina para uma porção de cimento), cimento ou uma mistura de cal e área e cimento (utilize cal hidratado em proporções de 3/1 divido em 3 porções de área para uma de cimento e uma de cal).

De preferência já esteja com este material pronto.
Vá retirando pedra por pedra e passando o tipo de massa que foi escolhido, espalhe-a bem por toda a superfície inferior da pedra.
Decoração ecologicamente correta.Mosaico de pedra.
Faça uso da linha e a marreta de borracha para fazer o alinhamento.

Em caso de alguma pedra ficar mais alta que a outra, basta levanta-la e passar mais massa embaixo até que fiquem niveladas.

Não deixe de conferir tambem as dicas da materia:
Colocacao de pedras.Piso e parede-dicas.



Gostou dessa matéria?
Cadastre seu e-mail para receber nossas matérias.
Coloque seu e-mail aqui:Delivered by FeedBurne 
Deixe seu comentário,ou acesse nossas redes sociais.
Não deixe que seguir O Azulejista nas redes sociais:






2 com

Ducha e chuveiro,qual a diferença?


 A grande diferença está na forma em que é gerada a agua quente e o local de instalação.
Os chuveiros utilizam energia elétrica e ficam localizados no próprio ponto do banheiro, fazendo com que a água se aqueça instantaneamente assim que a o registro for aberto. 

Já as duchas, necessitam de aquecedores solares ou a gás para distribuir água quente e, por motivos de segurança, esses equipamentos são colocados em locais arejados ou no telhado.

No entanto, ao mesmo tempo em que as duchas gastam mais água do que os chuveiros, elas proporcionam um jato mais forte, criando uma sensação de relaxamento maior. 
Visando a criação de produtos mais econômicos (tanto no quesito energético quanto no consumo de água) alguns fabricantes já lançaram duchas elétricas para o consumidor.
Hoje, dada a esta fabricação de duchas elétricas, a diferença passou a ser apenas a força e característica do jato da água.
As duchas apresentam um jato concentrado com mais pressão. 
Já os chuveiros possuem o jato disperso com maior área de atuação.
A escolha do modelo, portanto, começa com essa diferença básica, e após isso, você pode avaliar características que os modelos atuais tem e que são diferenciais importantes:Regulagem de temperatura: Existem modelos com até sete posições.
Escolha os que têm pelo menos quatro, principalmente se sua família é numerosa o que, com certeza, gera escolhas diferentes na hora do banho;
Espalhador ou prato: os maiores proporcionam maior cobertura pelo corpo, os menores tem o jato mais concentrados;
- Tipos de Jato: Alguns modelos tem regulagem do jato em direções e forças diferentes. Vale dar uma olhada;
- Design: Fique atento a inovações como fios embutidos, resistências em refil que são muito mais simples de serem trocadas e materiais isolantes que evitam choques;
- Segurança: Observe sempre se o chuveiro ou a ducha são certificados pelo Inmetro!
Este post é creditado a Steel Banheiras.
0 com

Piso extra e piso comercial.Qual a diferença?


Alem do preço que pode chegar até a 60% de diferença entre piso extra e piso comercial,outros fatores determinam a diferença.
Primeiramente é preciso entender que nenhuma fábrica usa seu maquinário para fabricar produto comercial.
Então de onde vem o piso comercial?
As industrias tem padrões de qualidades pré-determinados para cada modelo de piso ou revestimento.
Apesar de todo o processo ser automatizado,todo produto fabricado que foge do parão de qualidade determinado A ou Extra automaticamente se torna produto Tipo C ou comercial.

Mas que diferenças encontramos no piso comercial?
Diferença de tamanho
A fabrica tem tamanhos padronizados para seus pisos e revestimentos,tanto os de borda plana como para os retificados.
Quando as peças fogem do padrão ou limite minimo tolerável este é classificado como produto comercial.
Outro ponto interessante é que para cada lote de produto extra as empresas podem acrescentar 5% de produto comercial.
Assim para cada 100 metros de piso extra 5 metros é produto comercial.
Esta pratica é legal e regulamentada.
Como a mescla é feita dentro de um lote grande dificilmente acarreta problemas para o consumidor.
 
Diferença de esquadro
Esta diferença aparece principalmente em produtos não retificados.
Como o assentamento destas peças começa a partir de 3mm de junta de dilatação, minimas diferenças no esquadro são disfarçadas no assentamento e quase imperceptíveis após o rejuntamento.
Já nas peças retificadas este problema acontece principalmente por desgaste nos rebolos diamantados usados para retificar as peças.
Como o assentamento destas peças em geral vai de junta seca a 2mm é fácil perceber a  diferença.
É de praxe profissionais perceberem a diferença na instalação e separa-las para recortes ou rodapés.
E como dito antes estas peças também são incorporadas a lotes de pisos extra.
 
Pintas ou manchas
Os pisos e revestimentos tem cor e estampas definidas para suas coleções.
As vezes na esmaltação algumas peças podem destoar das demais por conta de pintas ou manchas na estampa.
Estas são identificadas e separadas para o lote de pisos comerciais ou para serem incorporadas a lote de piso extra.
Falta de polimento
Em porcelanatos polidos pode acontecer que no polimento uma ou mais pontas não recebam o devido polimento e contra a luz é fácil perceber o defeito.
Isso geralmente ocorre quando a lixa de polimento já está desgastada ou quando o maquinário está sendo calibrado para a produção.
Estas peças são identificadas e separadas para o lote de pisos comerciais ou para serem incorporadas a lote de piso extra.

Diferenças acentuadas de tonalidade
A diferença de cor é classificada pela letra V e vai de V1 a V5
Para saber mais sobre estas variações leia nossa matéria no link abaixo
O Azulejista-Porcelanato pode ter variação de tonalidade?
Produtos extras geralmente são V1 ou V2.
Os produtos V3 geralmente são incorporados no 5% mencionados acima.
Já produtos V4 e V5 apresentam variações em todas as peças e são vendidos como produto comercial.
Azulejistas na sua cidade
Lascados e fissuras trincos
No piso esmaltado podem aparecer bolhas no esmalte que descascam e formam buracos.
Também trinco que só ficam evidentes após o assentamento.
Já pisos lascados geralmente são ocasionados no transporte e não por falha na produção.
Mas pode acontecer quebra nos cantos já na retifica,e estes serem descartados no controle de qualidade final sendo colocados como comerciais.
Estes podem ser incorporados aos 5% do extra também.

É importante levar em consideração que para pisos extras a garantia é total desde que respeitados os procedimentos de assentamento.
Já os pisos comerciais não possuem garantia.
Assim o que é barato pode sair caro dependendo dos tipos de defeitos do lote comercial.
Para um bom assentamento use a ferramenta certa:
Para o assentamento de qualquer porcelanato ficar perfeito utilize:


www.lojadoazulejista.com.br

Gostou dessa matéria?
Cadastre seu e-mail para receber nossas matérias.
Coloque seu e-mail aqui:Delivered by FeedBurne 
Deixe seu comentário,ou acesse nossas redes sociais.
Não deixe que seguir O Azulejista nas redes sociais:












Banner Hotwords